Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2017

Tendência de inverno: meias antiderrapantes

"Surpreendentemente uma maneira simples para que as mulheres impulsionem sua libido é calçarem um par de meias." Algo me desperta a atenção. Afinal há um motivo para o meu vicio de estação. Aprofundo mais um pouco do que se trata e sorrio com um ego crescente : um estudo Holandés apurou que 80% das mulheres envolvidas foram capazes de atingir o orgasmo quando lhes foi dado meias para usar, em comparação com 50% quando descalço. A chave está no "modo como as mulheres se sentem seguras e confortáveis" fundamenta o líder do estudo.
Antes de ter conhecimento de tão útil investigação já por casa se usufruía dela há um considerável tempo. Confirmo que o calor se mantém e a borracha para aderir ao chão e aos móveis é extremamente apreciada.
Sou dependente destas relíquias de inverno. Comento com o mais que tudo tal descoberta e rimos juntos. O nome que lhes dou, agora, não podia ser o mais adequado e relembramos algo dito em Dezembro passado : "Vou pedir ao pai nat…

Reconhecimento

Às vezes há tanto para dizer e as palavras insistem em ser parcas. Fico presa nos pensamentos e memórias de vivências tão marcantes e o comutador da reflexão leva-me a relembrar máximas que tanto valorizo : "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. - C.Chaplin ".
Então nesta busca de algo que alimente o dicionário encontro uma sublime coincidência :

Gabriel Garcia Marquez, recebeu o prêmio Nobel da literatura em 1982, ano em que eu vim ao mundo. Ironicamente, ou não, descreve-me num texto que nem eu mesma consigo fazer melhor:

"Não sinto nada mais ou menos, ou eu gosto ou não gosto. Não sei sentir em doses homeopáticas. Preciso e gosto de intensidade, mesmo que ela seja ilusória e se não for assim, prefiro que não seja.

Não me apetece viver histórias medíocres, paixões não correspondidas e pessoas água com açúcar. Não sei brincar e ser café co…